Canal Comunitário
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
Ouvir Radio
busca
Buscar
Enviar este texto para um amigo          Imprimir este texto            Confira mais notícias relacionadas                         Mude o tamanho do texto Fonte 12 Fonte 14 Fonte 16
Extra: Entrevista exclusiva com o presidente Déo Pessoa
Filho de pais nordestinos que foram morar na Rocinha na década de 60, o fotógrafo Déo Pessoa se interessou pelo samba quando ainda era criança e participava de desfiles dos blocos na comunidade
Extra: Entrevista exclusiva com o presidente Déo Pessoa

Um momento de carinho em família. Foto: Arquivo pessoal

Déo, era apaixonado pela Portela, mas, desde quando surgiu a Acadêmicos da Rocinha, este sentimento pela azul-e-branca de Madureira se resumiu apenas a carinho.

Atualmente, Déo, responde como presidente da Acadêmicos da Rocinha e coordenador geral do Qualificar - Núcleo de Responsabilidade Social - da agremiação. Na azul, verde e branca, ele desfila desde a fundação e também já ocupou a função de diretor de setores como harmonia, cultura e social. Além da Acadêmicos da Rocinha, Déo Pessoa contribue para o carnaval da cidade do Rio de Janeiro através da LESGA - Liga das Escolas de Samba do Grupo de Acesso - exercendo o cargo de secretário e tendo a honra de ser um dos fundadores da instituição.

Através do envolvimento com as questões sociais da comunidade da Rocinha, onde já foi administrador regional (e com aptidão política herdada de seu pai Antônio de Oliveira, que foi liderança local nas décadas de 70, 80 e 90), Déo valoriza as origens dos componentes da Acadêmicos da Rocinha e sabe o quanto foi difícil fundar a escola. Por isso, o dirigente de 38 anos busca o enlace entre todos os grupos locais para fortalecer, cada vez mais, a agremiação.

Conheça mais o atual presidente Déo Pessoa:


ROCINHA.ORG - Déo, como está sendo esse início de trabalho como novo presidente da escola que leva o nome da maior favela do Brasil?
Desafiador. Mesmo a Rocinha sendo uma potencia enquanto comunidade e a escola considerada forte no mundo do samba. Não podemos achar que vamos ganhar com facilidade, precisamos trabalhar neste objetivo., pois a caminhada é árdua.

ROCINHA.ORG - O que muda efetivamente com relação a gestão Mauricio Mattos?

Toda administração tem sua característica e identificação, mas no que diz respeito a Acadêmicos da Rocinha, acredito que não haja tanta mudança. O Mauricio Mattos, contribuiu muito com o fortalecimento da escola. Vamos manter a organização administrativa, o que poderá mudar é o modo de fazer carnaval, devido as mudanças de profissionais neste setor da escola.

ROCINHA.ORG - Qual o plano para trazer antigos sambistas e baluartes de volta a agremiação?
Continuar mantendo as portas da quadra abertas de modo que o componente se sinta no quintal de casa.

ROCINHA.ORG - Luiz Carlos Bruno é um carnavalesco muito técnico. Você acha que ele pode ajudar a resolver aquela questão crônica (que os comentaristas sempre criticam) da falta de chão? Qual o plano para melhorar a harmonia da escola?
Uma andorinha só não faz verão. O Bruno tem uma enorme experiência profissional no carnaval e poderá contribuir muito no grupo. Já a harmonia não vejo como preocupação, o que preocupava era a falta de envolvimento de grande parte dos componentes. Precisamos ter componentes participativos e compromissados com o projeto para realizar na avenida um carnaval competitivo.

ROCINHA.ORG - O seu antigo cargo (vice-presidente) esteve altamente disputado nos bastidores do samba. O que você tem a declarar sobre isso?

Fico feliz de saber que muitos tem o interesse em caminhar comigo nesta empreitada, mas digo que não existe disputa, pois os cargos foram preenchidos pelo Cabo Chico e o Ronaldinho.

ROCINHA.ORG - A escola de samba mirim é a menina dos olhos da atual gestão? Fale um pouco á respeito.

Sim. Uma namorada nova que nos deixará apaixonados. Ela será o DNA do samba na comunidade, um projeto necessário para o processo de renovação do samba na Rocinha. Sonhava com este projeto há muito tempo. Sou um apaixonado pelo samba devido aos blocos que antecederam a escola, entre eles o União das Crianças. Com a fundação da Acadêmicos da Rocinha estes blocos deixaram de existir e com eles a renovação do samba na comunidade. Acredito que através da Borboleta Encantada muitas pessoas irão se apaixonar pelo samba, entre elas os nordestinos, pois sou filho de nordestinos.

ROCINHA.ORG - Quais as novidades do Projeto Qualificar?
Desde 2005, com a criação do Qualificar – Núcleo de Responsabilidade Social da Acadêmicos da Rocinha a agremiação vem mostrando que é mais do que uma escola de samba, é uma escola de vida. Existe uma grande responsabilidade assumida pela instituição que vai além do carnaval: o objetivo estratégico de criar oportunidades de inclusão social e melhorar a qualidade de vida dos moradores das comunidades da Rocinha, Vidigal, Vila Canoa e Parque da Cidade, que vivem em situação de vulnerabilidade. As novidades surgem a todo dia é podem ser acompanhadas através de nosso site, blogs e redes sociais.

ROCINHA.ORG - Comissão de carnaval na Rocinha. Você tá se espelhando na Beija-Flor?
Não! Vidrado em você. rsrsrs. A pessoa do presidente não é o senhor da razão ou total conhecedor do carnaval, assim como o diretor de carnaval, de harmonia, carnavalesco etc. Vamos discutir em grupo na busca de melhores decisões.

ROCINHA.ORG - É verdade que vai ter concurso para eleger a nova rainha de bateria? Será que teremos uma representante da comunidade com samba no pé?
Pensamos nisso no início, mas optamos por uma formação a longo prazo. Vamos conciliar o posto de rainha e musa, promovendo o nosso objetivo de integração social. Não teremos beldades, mas sim, valores humanos.

ROCINHA.ORG - Como está a saúde financeira da tricolor de São Conrado? Herdaste muitas promissórias?
Somos a princesinha da zona sul, uma escola nascida na Rocinha. Atuamos como associação sem fins lucrativo, portanto dependemos de parcerias para conduzir os projetos  e ações. Nem sempre é possível sair de um carnaval com os gastos quitados, mas o importante é honrar todos os compromissos.

ROCINHA.ORG - Algum grande patrocinador á vista? Teremos um carnaval do nível dos últimos anos?
Estamos construindo parcerias através de um projeto com possibilidade de execução plena.

ROCINHA.ORG - E a questão das baianas? Já sabe como não perder pontos por isso?
Todas as escolas estão enfrentando dificuldades com a ala das baianas, não é um problema apenas da Rocinha. Começamos a discutir ainda no domingo de carnaval na avenida, no camarote da LESGA, junto com outros presidentes a possibilidade de eliminar a punição por critério mínimo de baianas. No último dia 26 de abril, em plenária na LESGA foi decidido que a punição se dará com o mínimo de 40 componentes na ala, antes o mínimo era de 60. Isso ajuda a afastar este fantasma, mas de qualquer forma estamos atuando neste segmento que tem hoje o retorno do Tio Lua na presidência da ala.

ROCINHA.ORG - Rachaduras mais polêmicas, como a saída da antiga bateria guéri-guéri... Você pretende mexer nisso? Continuas andando pelo morro visitando sambistas afastados?
O morro é minha casa, não visito, vivo! As portas da escola estão abertas, ter pessoas compromissados com a instituição é o que mais me interessa. Sei que qualquer relacionamento dentro de um grupo pode haver discórdia, mas precisamos ter o cuidado para não interferir no processo administrativo. Respeitar as opiniões e pensar na Acadêmicos da Rocinha como um todo não cria rachaduras e polêmicas.

ROCINHA.ORG - Teremos departamento feminino? cultural? Há chance de revivermos o que deu certo no passado? Tem gente da comunidade na diretoria, mas esse pessoal vai ter voz?

Sim. Estamos remodelando administrativamente a agremiação, mas o que queremos reviver do passado é o sentimento de amor e pertencimento do componente para com a escola. Nem tudo que deu certo no passado poderá se repetir no presente, pois o carnaval sofreu enormes transformações, mas participar de maneira positiva é o  que queremos de todos. Solta a voz: Segura aí!

ROCINHA.ORG - Rocinha no especial em 2012 Déo?

É nosso propósito, mas precisamos da participação produtiva de todos. Iremos para a competição, não podemos esmorecer.




Déo Pessoa na Avenida. Foto: Alexandre Vidal


Fonte: Da redação Rocinha.org com informações da Assessoria de Imprensa da escola
Enviar este texto para um amigo          Imprimir este texto            Confira mais notícias relacionadas                        
Faça seus comentários a respeito deste texto
Dê sua opinião
Pharme287
Postado 14/10/2010 12:25:23
Hello! agddddk interesting agddddk site!
O mais autêntico Blog da Rocinha. Matérias dos tempos antigos e posts do primeiro site www.rocinha.org estão na área de Blog

© Copyright 2007-2015  ® Todos os direitos reservados