Arquivo da Categoria ‘LIDERANÇA COMUNITÁRIA’

WALDEMAR DO GÁS RECEBE WASHINGTON REIS NA ROCINHA

quarta-feira, 1 de setembro de 2010
Washington (ao centro) cumprimenta um eleitor em potencial. Á direita, Waldemar, á esquerda, coronel Orizon, antigo comandante do 23º BPM, amigo da Rocinha

Washington Reis visita a Rocinha e é recebido pelo líder comunitário Waldemar do Gás

O líder comunitário Waldemar Evangelista, o Waldemar do Gás, ex-diretor da UPMMR (União Pró-Melhoramentos dos Moradores da Rocinha) foi o anfitrião da visita de Washington Reis á maior comunidade. Reis, que é ex-prefeito de Duque de Caxias e foi sub-secretário de obras do Governo do Rio, já havia visitado as obras do (mais…)

A DISPUTA DE ZÉ DO QUEIJO E MARIA HELENA

sexta-feira, 19 de março de 2010
DNA das urnas
30/07/2004 – Marcelo Monteiro
rocinhadq_01
Rocinha: disputas políticas nos anos 80

Dois presidentes, duas sedes e duas instituições com o mesmo nome. De um lado, a professora Maria Helena Pereira, apoiada por moradores do Bairro Barcelos e Labouriaux. Do outro, o birosqueiro Zé do Queijo, adorado na Cachopa. No meio, a União Pró-Melhoramentos da Rocinha, principal associação de moradores da comunidade na Zona Sul do Rio que voltava a funcionar após 10 anos, pois tinha sido desativada durante o regime militar. Ambos os líderes se diziam representantes legítimos da favela. E não admitiam de maneira nenhuma abandonar o poder. Nem mudar o registro da entidade. A confusão estava armada.

“Os dois grupos falavam que eram os verdadeiros representantes políticos da favela. Como não houve consenso o poder público teve que interceder”, lembra a agente comunitária Tânia Regina da Silva, de 44 anos, 1ª secretária na (mais…)

CABO CHICO, UM ATIVISTA DA MAIS ALTA PATENTE

sábado, 13 de março de 2010
No quartel da boemia
07/10/2003 – Edu Casaes
cabo_chico_01_trat
Cabo Chico: fundador da escola

Francisco Ferreira Filho, 57, o Cabo Chico, é ferrenho admirador do samba. A ponto de tocá-lo como música de fundo da sua história de vida durante esta conversa. Por vários anos, Cabo Chico foi presidente da Velha Guarda da Acadêmicos da Rocinha. Mas está de licença: “Estou cansado”, justifica. Cabo Chico colaborou para muitas conquistas da comunidade e é profundo conhecedor da “alma rocinhence”. Hoje mora com a esposa e o filho mais novo numa casa de dois quartos, sala, cozinha e banheiro, onde nos recebeu para a entrevista. Quem o visita, descobre uma bela vista da Rocinha.

“Elite se achava melhor”

“O apelido ‘Cabo Chico’ nasceu de uma brincadeira de adolescentes. Éramos um grupo de rapazes vizinhos. Apenas um morava sozinho e nós fizemos do barraco dele um quartel. Nos encontrávamos lá e levávamos as namoradas. Já que (mais…)

WILLIAM DE OLIVEIRA: UM FILHO DA ROCINHA

sábado, 13 de março de 2010

*Por: Jose Luiz Lima

ARQUIVO PESSOAL DE WILLIAM DE OLIVEIRA - "Que daria eu ao Senhor por todos os benefícios que tem me feito..salmos 116-12"Willian de Oliveira, Willian da Rocinha ou Willian DJ de fato e de direito é a mesma pessoa, não são personagens diferentes de uma mesma história. Antes de escrever este artigo perguntei para ele se poderia escrever alguma coisa a respeito de sua trajetória de vida. Ele respondeu que sim. E aqui estou eu.

Conheci o Willian no tempo que eu ainda morava na Rocinha. O primeiro Willian que conheci foi o DJ que promovia festas e bailes nas comunidades. Ele tinha uma empresa de eventos. Desde o primeiro contato com ele, alguma coisa me chamou a atenção naquele jovem que gostava de promover festas e agitar o pessoal com os balanços musicais que ele tocava. Logo entendi o apelido de Willian DJ, não era só porque ele tocava nas festas, mas porque o DJ era um diferencial que o identificava junto aos seus pares e também para outras pessoas. Ele não era só mais um Willian, ele era o Willian DJ.

Marcada esta identidade positiva para (mais…)