Canal Comunitário
Quinta, 22 de Agosto de 2019
Ouvir Radio
busca
Buscar
Enviar este texto para um amigo          Imprimir este texto            Confira mais notícias relacionadas                         Mude o tamanho do texto Fonte 12 Fonte 14 Fonte 16
Mais 3 viadutos começam a ser construídos na Zona Oeste
Obra da prefeitura está avaliada em quase R$ 90 milhões. Estrada do Engenho também será ampliada
Mais 3 viadutos começam a ser construídos na Zona OesteReprodução virtual do novo Viaduto de Realengo / Divulgação - Prefeitura do Rio

Para melhorar a fluidez do tráfego na Zona Oeste, a prefeitura do Rio começa hoje a construção de três novos viadutos na região, a um custo de R$ 89,7 milhões. Do pacote de obras, constam ainda melhorias nas vias nos arredores dos elevados, que serão erguidos em Santíssimo, Realengo e Inhoaíba.

As obras deverão durar um ano e três meses. A Estrada do Lameirão será duplicada entre a Estrada da Posse e a Avenida Santa Cruz, com construção de novas calçadas e galerias de água pluviais. Um novo viaduto, com 85 metros de extensão e quatro faixas (duas por sentido), servirá de alternativa entre o Centro de Campo Grande e a Avenida Brasil, desafogando o tráfego na Estrada do Mendanha e terminando com a circulação de veículos sobre os trilhos do trem.

A Estrada de Inhoaíba, e as ruas Guarujá, Adolfo Lemos e Papagaio, em Inhoaíba, serão reformadas. O corredor com 2.800 metros ganhará ciclovia, novas calçadas e galerias de águas pluviais, além de 12 baias de ônibus. Um viaduto de 170 metros de extensão e duas faixas de rolamento ligará esse corredor à Avenida Brasil, facilitando o fluxo de veículos na região, que apresenta forte crescimento imobiliário em função do programa federal de habitação popular Minha Casa Minha Vida.

Já o novo viaduto de Realengo terá extensão de 253 metros e ligará a Estrada Marechal Soares de Andrea, na Praça do Canhão, à Estrada Marechal Joaquim Inácio. O novo viaduto - de mão única - permitirá que o viaduto que já existe no local, uma construção dos anos 40 que já está saturada, também opere em mão única, mas no sentido inverso ao elevado em construção. Com isso, espera-se aliviar a circulação de veículos na área.

Outra estrada que receberá melhorias é a do Engenho, que será ampliada no trecho entre a Rua Coronel Tamarino e a Avenida Brasil. O trecho de 2.250 metros ganhará novas calçadas e oito paradas de ônibus. Também serão construídas três pontes sobre os rios das Tintas, Viegas e Lúcio.

O lançamento das obras, na manhã desta quinta-feira, teve a participação do prefeito Eduardo Paes, que disse que os viadutos visam a desafogar o trânsito da Zona Oeste, facilitando o acesso à Avenida Brasil. Os três viadutos ajudarão os motoristas a cortar caminho, uma vez que serão construídos sobre a linha férrea que atravessa a região:

- Essa é uma região da cidade que precisa de obras estruturantes. Em Realengo o viaduto é antigo e não suporta mais o volume de veículos que têm passado por ali todos os dias, e isso atrapalha o desenvolvimento do bairro e a qualidade da vida das pessoas que moram lá. Já os viadutos de Inhoaíba e o de Lameirão impactam diretamente na melhoria do fluxo de veículos que passam pelo viaduto já existente em Campo Grande, que em geral também é muito engarrafado porque é a única alternativa da população. Em todas essas situações, hoje, os motoristas têm que fazer voltas enormes para poder chegar do outro lado da linha férrea - explicou Paes.



Fonte: Isabela Bastos
Enviar este texto para um amigo          Imprimir este texto            Confira mais notícias relacionadas                        
Faça seus comentários a respeito deste texto
Dê sua opinião
Não há Comentários publicados.

O mais autêntico Blog da Rocinha. Matérias dos tempos antigos e posts do primeiro site www.rocinha.org estão na área de Blog

© Copyright 2007-2015  ® Todos os direitos reservados